3 Dicas Para Ter uma gráfica de sucesso

É cada vez mais comum as pessoas sonharem em ser donas dos próprios negócios, quem nunca sonhou em ser o dono da própria empresa, ser o próprio chefe e fazer tudo do seu próprio jeito.

Um dos negócios mais rentáveis que existe hoje são as gráficas, vemos materiais gráficos por todo canto por exemplo: aquele banner está na frente de um restaurante dizendo que hoje tem promoção no almoço é impresso em uma gráfica, aquele cartão de visita que você recebe toda vez que entra em uma loja também é impresso em uma gráfica.

gráfica no shopping

Assim como cardápios, panfletos, cartazes, Bandeiras e uma infinidade de outros produtos.

Não é à toa que muitas pessoas sonham em abrir uma gráfica. Porém como em todo negócio é preciso conhecer o mercado, a expectativa de retorno e o valor mínimo a ser investido para que o seu sonho de um negócio de sucesso não acabe sendo frustrado.

Neste artigo nós vamos dar três dicas valiosas para você que sonha em ser dono de uma gráfica seja ela pequena ou grande, estas dicas vão te ajudar a minimizar os erros e a ter uma visão ampla do que é ser proprietário de uma gráfica.

Dica 1: Tenha em mente os custos iniciais

Em todo empreendimento você precisará desembolsar um capital inicial para custear reforma do ponto comercial e adequar às suas necessidades, equipamento básico para atendimento aos clientes, além é claro de equipamentos específicos para gráficas:

  • Impressora para Lonas
  • Impressora para tamanhos especiais
  • Máquinas de corte
  • Máquinas de sublimação
  • Suprimentos (tintas, papéis…)

O Capital Inicial para se abrir uma gráfica pequena de bairro gira em torno de R$ 17.000 isso varia muito de cidade para cidade por conta da variação de preço de região para região do país.

Outros custos que você também deve contar ao pensar em custos iniciais, são:

  • Capital de giro para manter a loja aberta e comprar matéria prima.
  • Custos com local tais como ( conta de luz, internet, Seguro, aluguel, condomínio).
  • Custos para manter funcionários ( caso necessite contratar).

dica 2: tempo de retorno do investimento

Você deve saber que todo investimento seja ele qual for tem um tempo mínimo de retorno para você conseguir recuperar o capital inicial investido e só depois disso de fato começar a ter lucro.

plano de negócios

Em um negócio tradicional onde você tem uma loja física, funcionários, equipamento o tempo médio de retorno é de 1 ano, dependendo claro dos valores que você cobra pelos serviços, do lucro que você vai ter, da demanda de serviço por parte dos clientes e também de diversos outros fatores.

Justamente por isso fique ligado que você precisa ter além do capital inicial para investir, capital de giro que é justamente aquele dinheiro que vai manter as portas abertas enquanto você não começa a ter lucro.

Conte também com a possibilidade de você precisar tirar dinheiro do seu bolso ou das contas de casa para equilibrar as contas do seu negócio nos primeiros meses, ou seja além do valor inicial que falamos no item anterior você terá que ter um valor para manter o negócio funcionando por aproximadamente um ano.

Lembre-se planejamento é essencial para você ter um negócio de sucesso.

dica 3: portfólio de serviços e produtos

Como nós mencionamos no início desse artigo nem só de impressões de trabalhos escolares vive uma gráfica, dependendo do equipamento que você tem aí do porte da sua empresa você pode oferecer uma gama infinita de produtos e serviços para seus clientes.

É importante ter em mente que tipo de serviço você vai oferecer e isso vai variar muito dependendo do ponto onde você esteja.

Por exemplo: se sua loja ficar próxima a uma escola Universidade ou centro de custos, você pode oferecer serviços mais simples como impressão, encadernamento, scanner e serviços mais simples como os que são prestados em papelarias de bairro.

faculdade

Por serem serviços comuns a estudantes, trabalhando com eles você terá uma quantidade enorme de serviço a ser prestado porém, o tíquete médio não será alto já que são serviços simples e que custam pouco.

Porém se o seu foco for prestar serviços para outras empresas e clientes que demandam grandes serviços, tais como:

  • Impressão de folhetos e panfletos
  • Impressão de banners e Lonas
  • Impressão de cartões de visita
  • Criação e edição de artes

Estes são apenas alguns dos serviços que a maioria das empresas de varejo precisa para fazer funcionar a máquina de vendas, prestar serviços para empresas é um pouco mais complexo do que realizar impressão trabalhos escolares.

Quando você trabalha para outras empresas se precisar a emitir nota fiscal, trabalhar com prazos de pagamento (nem todas as empresas pagam a vista, algumas pedem para faturar para 30 dias)

Você também pode trabalhar para a indústria da moda existe diversas gráficas e estamparias que trabalham imprimindo camisetas, camisas de ciclismo personalizadas, uniformes para times de futebol e uma infinidade de peças de roupas personalizadas existem lojas como a camiseta da hora, trabalha apenas com impressão de camisetas personalizadas e é referência neste tipo de serviço no Brasil.

O importante não é se você vai trabalhar para estudantes ou para empresas, mais importante a se pensar quando está planejando abrir o negócio é na oferta e procura não adianta você oferecer um serviço para um público que é muito pequeno se você não vai conseguir manter a loja aberta.

Por isso antes de embarcar na sua jornada do empreendedor pesquisa e analise, faça um estudo de mercado para não se frustrar com o seu sonho.

E ai, o que achou deste artigo, ele te ajudou de alguma forma, se sim compartilhe ele para que mais pessoas vejam este conteúdo, Comente o que você quer ver no nosso blog e qualquer dúvida que você tenha a respeito deste assunto.